Em Entrevista Ao TE CONTEI, Eriberto Leão Revela: 'Nunca Estive Tão Robusto

16 Feb 2018 07:48
Tags

Back to list of posts

is?P2GMqrljpJRjB-hXz7IHVjZwN4WgaWtBdJSIJvkr0TQ&height=200 Ele tem trinta e sete anos, nove novelas no currículo e, na atualidade, vive a experiência de interpretar seu primeiro protagonista em dezessete anos de carreira: o peão Zeca, de "Paraíso", da Globo. Eriberto Leão, que encarna o "filho do diabo" na Tv, se transformou em um dos galãs do instante, porém não quer nem sequer saber do rótulo: "Não curto essa ideia de ser celebridade". Apesar de sempre ter vivido em enormes cidades, o ator conta que não sente dificuldades em entrar no universo rural da trama de Benedito Ruy Barbosa, muito pelo oposto. Apaixonado na meio ambiente como o teu personagem na novela é por Maria Rita (Nathália Dill), a Santinha, na existência real ele namora a atriz Andréa Leal, a quem se refere como uma mulher carinhosa.TE CONTEI, ter desejo de se casar no meio da floresta. Mesmo com o ritmo puxado das gravações, Eriberto não pensa em recolher férias. Desta maneira que terminar "Paraíso", pretende retomar, ao lado do camarada Malvino Salvador, seu documentário "Aos Brasileiros", que trata de questões indígenas no território Yanomami, em Roraima: "Tenho fé de que ainda este ano vamos terminá-lo".Leia a acompanhar entrevista pela íntegra. TE CONTEI: Em sua posição, qual é a diferença entre o homem do interior e o da cidade? ERIBERTO LEÃO: O homem do interior tem mais contato com a terra, que é a força verdadeira dos seres humanos. Na cidade, os homens estão mais conectados com a ilusão.O homem do interior mistura potência com sensibilidade. Ele ouve bastante a natureza, e os sinais que ela envia. TC: E quais são esses sinais? EL: O carinho. Pra natureza, o coletivo vale mais que o individual. Os animais só matam já que devem se alimentar. TC: O que você faz pra aperfeiçoar o planeta? EL: Eu adoro e respeito muito tudo o que está ao meu redor. Três - Os animais possuem espaço no abrigo animal 01 "Uma Aventura no Tempo" 17 de fevereiro de 2007 Substituindo a ração de filhotes pra ração de cães adultos cinco Distribuição cinco.Um Espanha 4 - Quais as políticas de adoção do abrigo animal Contrate um profissional pra auxiliar ou só direcionarA toda a hora grato por tudo o que recebo na minha vida. Principalmente antes das refeições, dado que o peixe que eu como vem da meio ambiente, além dos outros alimentos. TC: Você tem religiosidade? EL: Para mim, a religião é o carinho. Se não fosse, a gente não teria esse universo. Costumo expor que a religião sem a ciência é cega, porém a ciência sem a religião é manca.TC: Como é a tua conexão com a Andréa, tua namorada? EL: Minha mulher é muito interessante. Ela se preocupa com as pessoas e os animais. Não podes olhar um cachorro abandonado pela estrada que quer cuidar. TC: Pretende se casar e ter filhos? EL: Sonho em possuir uma família, filhos, contudo vou deixar suceder.Quero criá-los bem, pra que eles bem como deem sua contribuição, ajudem a comunidade a evoluir. Eu e Andréa ainda não moramos juntos, e casar é uma consequência, não há dúvida. No momento em que for para rolar, será da melhor forma possível. Eu gostaria de me casar no meio da floresta, no seio da mãe terra, que é a minha igreja.

Comments: 0

Add a New Comment

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License