Sete Passos Pra Viajar De Avião Com Seu Pet

19 Feb 2018 07:12
Tags

Back to list of posts

is?aO_h9WIGxH7NjJI8WfKG3PLfRJCFTRP9mJBSW0wrTNM&height=219 Se uma viagem aérea comum demanda organização, quando o plano adiciona conduzir o bichinho de estimação, a quantidade de preparativos se multiplica - e eles começam muito antes do dia do embarque. Se você quer garantir que tudo corra bem, é relevante escoltar sete passos. De guerra de flor à folia na neve.Está em Foz e quer cruzar a fronteira? Nenhum animal pode decolar sem tomar a vacina antirrábica, a vacina múltipla e o vermífugo. No caso específico da antirrábica, tenha o cuidado de escolher bem o dia de passar: o bichinho tem que ter tomado a vacina mais de 30 dias - e menos de um ano - antes do voo.Não se esqueça de levar ao aeroporto a carteirinha de vacinação do animal. Todavia nada disso tem valor se, pela hora do voo, o animal ficar nervoso ao entrar no kennel. A carteirinha de vacinação é só um dos requisitos. Para viajar com um animal, é preciso levantar diversos documentos. Voos nacionais exigem um atestado de saúde, emitido por um médico veterinário credenciado e atuando no mesmo estado onde o animal mora. Se o destino for Fernando de Noronha, é necessário ainda solicitar uma autorização extra.Para voos internacionais, a lista se intensifica, dependendo do povo de destino - o Certificado Zoossanitário Internacional, fornecido por um veterinário do Ministério da Agricultura, é obrigação modelo. Ademais, os europeus e os japoneses, a título de exemplo, só aceitam bichos que tenham a identificação detalhada implantada no formato de chip ou tatuada atrás da orelha.Também exigem um Laudo de Sorologia e um exame de sangue desempenhado 90 dias antes da viagem. Se o filhote tiver menos de três meses, nada disso adianta. O embarque não será aceito em cada aeroporto do Brasil. Voar com seu bichinho aumenta os custos da viagem. O atestado de saúde, tendo como exemplo, pode oferecer trabalho no meio das férias: ele vale por 10 dias; se o prazo entre a emissão do documento e a data do voo de volta for superior, vai ser preciso tirar outro.A situação dos animais que vivem nos canis municipaisContinue o pet a todo o momento dentro de casa, jamais solto pela viasete Dicas pra amparar teu gato a consumir mais e melhorFoto: BEVMar.2014 - Filhotes de urso polar brincam no zoológico Hellabrunn, em Munique (Alemanha) Efe247 "A técnica da fusão." O Fim da Licença de Son Goku vinte e três de Novembro de 1994E é necessário comprar as passagens com boa antecedência, porque as companhias costumam recusar mais do que 3 animais por voo e nem sempre aceitam pets em dias mais movimentados, principalmente nos finais de semana e feriados. Nada disso vale pra cães-guia: eles têm embarque autorizado, ocupam um assento sozinho e não pagam passagem. As regras são mais ou menos as mesmas pra todas as empresas, entretanto os detalhes fazem muita diferença.Apesar de a maioria aceitar que o bichinho viaje junto com o dono, com a caixinha de transporte ante o banco, existem limitações de tamanho do kennel e de peso total, incluindo o pet. Animais com 5 a 10 quilos, dependendo da companhia, costumam ser enviados como carga especial e precisam ser despachados de novo a cada trecho. A solução, nos 2 casos, é a mesma: buscar transportadoras especializadas exclusivamente em cargas.Elas exercem este serviço. Passagem comprada, dados acertados, burocracia solucionada? Neste momento chegou a hora de tomar conta super bem da alimentação do animal nos 2 dias que antecedem a viagem. Comece dando comida suave. A seis horas do voo, mantenha o bichinho em jejum, para que ele não enjoe. Se o caminho for muito extenso, dê água entre um trecho e outro, todavia com parcimônia.E não se esqueça: caso o animal esteja contigo no avião, procure monitorar tua respiração. Ele não podes se estressar demais, já que a tensão é qualificado de promover até já a morte dele. E isso levando em conta que a viagem, pro bicho, começa muito antes: é preciso surgir ao aeroporto com duas horas de antecedência, em caso de voos nacionais, ou três horas, se o destino for outro povo. A respeito da indispensabilidade de sedação, a veterinária Camille Persiano explica: "A recomendação precisa ser conduzida pelo veterinário. Amplo parcela dos animais não necessita de sedação para viajar de avião". Se você se deu a todo esse serviço, é por causa de está indo pra um destino que o bichinho vai adorar.Se mesmo após limpo, o filho estiver respirando com problema, pegue-o na palma da mão com uma toalha e segure tua cabeça, fechando a mão com o polegar e segurando-o de cabeça para miúdo, balançando para que seja estimulado. Desse modo, o muco que está impedindo a respiração se solta e ele volta a respirar bem.

Comments: 0

Add a New Comment

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License